A (pouco convencional) lista de Natal

  

Não vos vou esconder que adoro o Natal. Acho que é a única altura do ano em que para mim faz sentido conjugar sentimentos quase contraditórios, como melancolia e alegria, conforto e inconformidade, medo e confiança.
De qualquer modo, acredito que já vos tenham tentado vender o Natal de variadas formas, portanto, não é isso que pretendo fazer.
Lá em casa temos um problema: por mais anos que passem, eu não me consigo fartar das típicas músicas de Natal que se ouvem a todo o lado, a toda a hora. Sabem quais são. Vão desde a lembrança de que o Pai Natal chega (Santa Claus is Coming to Town), de que os sinos tocam (Jingle Bells) e de que neva, não em todo o lado, mas pelo menos nos anúncios da Coca Cola (Let It SnowFrosty, the SnowmanSleigh Ride).
Os restantes membros da família já não são assim tão incansáveis quanto eu. Por isso, todos os anos faço um esforço para variar um bocadinho a banda sonora e procurar coisas que a mim me continuem a saber a Natal e a eles não lhes cause incómodo. Este ano, decidi partilhar a pequena “lista” que fui construindo, resultado de alguns Natais de procura e reflexo de tempos bem passados.
Fiz uma selecção de 12 músicas, em alusão aos 12 dias de Natal. Procurei não ficar colada às versões modernas de músicas antigas, mas sim basear-me em músicas completamente “novas” ou, pelo menos, não tão sonantes aos nossos natalícios ouvidos.
1. Did I miss it?, James Newton Howard

A lista começa com uma “aquisição” mais ou menos recente. Todos os anos, pelo Natal, costumo assistir, maravilhada, aos espectáculos do Cirque Du Soleil (pela televisão, claro está), pelo que a associação talvez venha daí. Apesar de o Water for Elephants ter estreado em Maio e não ser uma obra prima fantástica, é um daqueles filmes que conta com uma banda sonora que vale a pena ouvir. Juntei o encanto do circo à magia do James Newton Howard e adoptei-a como música de Natal!
2. Hey guys! It’s Christmas Time, Sufjan Stevens
“There’s your father with his pipe
He says it’s Christmas time
He might let us stay up all nigh
tBecause it’s Christmas time
I might wish you all the best
Because it’s Christmas time
I might kiss you on the back of your neck
Because it’s Christmas time”
 
Conhecem-no provavelmente à custa de Chicago, do álbum de 2005, Illinois. Na verdade, o multi-instrumentista Sufjan Stevens parece estar tão à vontade no departamento das músicas de Natal que este ano lança Silver & Gold, o segundo set de músicas festivas, em 5 EPs. É do primeiro conjunto de cinco volumes, Songs for Christmas, de 2006, que consta a música que escolhi. É curioso que este primeiro conjunto de músicas seja o resultado da junção de prendas de Natal de Sufjan para os seus amigos mais próximos. Já imaginaram receberem, pelo Natal, uma música só para vocês? Original, não é?
3. Baby come find me at Christmas, Rachel Yamagata
“Baby, come find me at Christmas
When the trees are sleeping
When the starry sky makes the snow gleam
And we’ll start it all over again”
 
As músicas natalícias mais recentes parecem ter uma inclinação para classificar esta como uma época perfeita para reacender paixões antigas. Rachel confirma a tendência com o apelo “Come find me at Christmas”, de 2010. Com uma melodia simples e interpretação enternecedora, a cantora americana convence-nos de que, apesar de já não termos idade para acreditar no Pai Natal, talvez não seja tarde para acreditarmos noutras coisas.
4. St. Patrick’s Day, John Mayer
“In the dark, on the phone
You tell me the names of your brothers
And your favorite colors
I’m learning you
And when it snows again
We’ll take a walk outside
And search the sky
Like children do”
 
Não, não é nenhum engano. Bem sei que o St. Patrick’s Day é só em Março, e o John Mayer também o deve saber. No que toca a novas paixões de Inverno, John não se contenta em saber que durarão a quadra, mas espera que durem, pelo menos, até ao St. Patrick’s Day. A música é a última faixa de Room For Squares, de 2001, o mesmo que o lançou com Your Body is a Wonderland. Talvez seja discutível se esta é realmente uma música de Natal, mas acho que transmite um sentimento de esperança tão genuíno e pinta quadros tão acolhedores que se justifica que faça parte desta lista.
5. A Winter’s Tale, Queen
“So quiet and peaceful
Tranquil and blissful
There’s a kind of magic in the air
What a truly magnificent view
A breathtaking scene
With the dreams of the world
In the palm of your hand”
 
Os Queen não são esquecidos nesta lista de Natal. A Winter’s Tale faz parte do álbum Made in Heaven, de 1995, lançado após a morte de Freddie Mercury. A canção chegou a estar em 6º lugar nos tops do Reino Unido e transmite um sentimento algo místico e uma visão absolutamente encantadora de um mundo que parece ter parado e entrado num sonho, só por uns instantes.
6. A change at Christmas (Say it isn’t so), The Flaming Lips
“And the world embraces peace and love and mercy
Instead of power and fear
And as sure as I’m standing here
I swear it really does appear that a change comes over us”
7. Maybe this Christmas, Ron Sexsmith
“Maybe this Christmas will mean something more
Maybe this year love will appear
Deeper than ever before
And maybe forgiveness will ask us to call
Someone we love
Someone we’ve lost
For reasons we can’t quite recall”
 
8. A Heart To Hold You, Keane
“When you’re lonely and sad
If you think of the times we had
Just the thought
Will bring you back to me
Seen you staring in to space
Shadow falling across your face
But it won’t take long to get to you
Whatever you do”
 
9. Merry Christmas Everybody, Slade
“Are you waiting for the family to arrive?
Are you sure you got the room to spare inside?
Does your granny always tell ya that the old songs are the best?
Then she’s up and rock ‘n’ rollin’ with the rest”
 
 
10. Red Ribbon Foxes, A Fine Frenzy
“For love doesn’t come in boxes
Nor truth in a crowded shop
Those red ribbon foxes are not so easy caught
But the search it never stops”
 
11. Christmas Time is Here, Charlie Brown
“Snowflakes in the air
Carols everywhere
Olden times and ancient rhymes
Of love and dreams to share”
 
 
12. The Christmas Waltz, She & Him
“It’s that time of year when the world falls in love
Every song you hear seems to say
Merry Christmas
May your new year’s dreams come true.”
 
Sim, sim, eu sei que tinha prometido que não ia incluir versões novas de músicas antigas mas, neste caso, não resisti.
A encerrar a lista estão os She & Him, o duo formado por Zooey Deschanel e M.Ward. Três anos depois de lançarem o seu primeiro álbum, Volume One, lançam A Very She & Him Christmas em 2011, que abre precisamente com esta adaptação do original de 1958, que nos chegou na voz de Frank Sinatra. Representa uma época que, gradualmente, foi subtraindo o teor cristão às músicas de Natal e abraçando novas maneiras de viver esta época festiva.
Anúncios

Sobre sofialivronoronha

Licenciada em Ciências da Comunicação e mestre em Audiovisual e Multimédia. Com sonhos tão vastos que às vezes tem medo de os perder.
Esta entrada foi publicada em Música. ligação permanente.

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s