Festival de Canção: os outros 10

FinalNão, a RTP não vai sacar de uma lista nova de músicas e dizer “Estávamos a brincar, estas não são as verdadeiras candidatas.” Para muitos dos que viram o espectáculo ontem, acredito que tais declarações fariam todo o sentido. Até para mim, que vejo o festival desde bem pequenina. Cheguei mesmo a pensar que nem valia a pena participarmos no festival assim.

Desilusões à parte, não queria ser mais uma voz que apregoa o final do festival nem tecer comentários cruéis às actuações portuguesas deste ano. Em vez disso, decidi juntar dez canções portuguesas que, na rádio, nos nossos leitores de áudio e em palcos nacionais e internacionais, provam que vale a pena ouvir o que se faz por cá.

1. Nunca Faço Nem Metade – Capitão Fausto

Estrearam-se com Gazela, em 2011, e regressam este ano com Pesar o Sol. Domingos (baixo),  Francisco (teclados), Manuel (guitarra), Salvador (bateria) e Tomás (voz e guitarra), os cinco capitães do rock alternativo português, continuam a crescer e a descobrir novas formas de nos surpreender.

2. Do Come Home, The Legendary Tiger Man


Com novo álbum também este ano, a voz irresistível de Paulo Furtado está de volta à rádios, com Do Come Home. O álbum True tem lançamento marcado para o dia 17 de Março.

3. Volta, Linda Martini

É difícil falar de boa música portuguesa sem se falar de Linda Martini. Turbo Lento marcou o regresso da banda, em 2013, depois de 3 anos sem novas músicas. Alguns dos que tiveram o privilégio de os ver no Optimus Alive do ano passado dizem ter assistido a um dos melhores concertos de todo o festival.

4. Rompe o Cerco, Clã

Com quase 22 anos de existência, os Clã regressaram em Novembro do ano passado com o single Rompe o Cerco. Provam que não perderam nem um pouco da energia e bom gosto a que nos habituaram.

5. Tears of Liberty, The Brass Wires Orchestra

Já os devem ter ouvido, pelo menos em anúncios. O álbum de estreia ainda está por lançar, mas este Tears of Liberty é uma das provas de que os Brass Wires Orchestra defendem, e bem, o lugar do folk na música portuguesa.

6. Para os Braços da Minha Mãe, Pedro Abrunhosa

Esta é talvez a proposta mais “tradicional” que vos trago mas que não podia deixar para trás. Não sou a maior admiradora do Pedro Abrunhosa, e até me atrevia a queixar-me de que não apreciava muito a forma como canta mas, depois de ser apresentada a Para os Braços da Minha Mãe, rendi-me. Acho que qualquer pessoa que já tenha passado pela situação de ter de estar longe da família para trabalhar, ou para estudar, conhece bem o aperto na garganta que Abrunhosa descreve tão bem. O tema está em Contramão, lançado em Dezembro de 2013.

7. Musiquinha, Deolinda

São conhecidos por darem uma outra roupagem aos sons tradicionais portugueses e um nome incontornável na música portuguesa. Musiquinha, uma das faixas de Mundo Pequenino, de 2013, fala de um país estagnado e sem esperanças.

8. I Was Trying To Sleep When Everyone Woke Up, Noiserv

O projecto intimista de David Santos soa a uma delicada banda sonora. I Was Trying To Sleep When Everyone Woke Up está no seu último álbum, Almost Visible Orchestra, lançado em Outubro de 2013.

9. Be My World, You Can’t Win, Charlie Brown

É o primeiro single do acabado de lançar Diffraction/Refraction. Os próprios definem as suas músicas como conciliadoras da melancolia portuguesa e da estética anglo-saxónica.

10. It Took Me So Long, The Weatherman

A ligeireza de Weatherman aliada à doce voz de Emmy Curl, também ela portuguesa,  juntam-se neste single. O resultado é um exemplo de bom pop português que, sem nos importarmos, não nos sai da cabeça.

Fiz um esforço para incluir as canções mais actuais, mas tenho a certeza de que me escaparam muitos bons nomes. Deixo à vossa imaginação o resto da lista. E desejo à RTP, para a próxima, um bocadinho mais de imaginação no processo e na escolha dos compositores.

Anúncios

Sobre sofialivronoronha

Licenciada em Ciências da Comunicação e mestre em Audiovisual e Multimédia. Com sonhos tão vastos que às vezes tem medo de os perder.
Esta entrada foi publicada em Música. ligação permanente.

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s