Teen Wolf: das piores séries de sempre?

MTV. Ouvimos falar mais desta estação pela música (ou a corrente falta dela) e os programas mais estúpidos que se possa imaginar. No entanto, tem também algumas séries de ficção — e a mais conhecida é Teen Wolf, adaptação televisiva do filme do mesmo nome com Michael J. Fox.

Já vai na terceira temporada e juro que não sei como ainda não foi cancelada. Péssima escrita, maus actores, efeitos especiais medíocres, realização barata e uma tendência over-the-top para o cliché. De qualquer modo, eis uma espécie de sinopse: após ser mordido por uma criatura misteriosa, Scott McCall (Tyler Posey) torna-se um lobisomem. Assustado e sem controlo sobre os seus novos poderes, conta apenas com a ajuda do melhor amigo, Stiles Stilinksi (Dylan O’Brien) para o ajudar a adaptar-se a esta nova realidade. Algo nada ajudado pela chegada de Allison Argent (Crystal Reed), a nova aluna da escola por quem Scott começa a desenvolver uma atracção especial.

Entre as personagens principais contam-se, além das acima mencionadas, o “mentor” de Scott e lobisomem-super-forte-e-super-giro (duh) Derek Hale (Tyler Hoechlin), o playboy arrogante com problemas de infância Jackson (Colton Haynes, que decidiu abandonar a série no fim da segunda temporada sem dizer nada a ninguém) e Lydia (Holland Roden), a popular que na verdade é extraordinariamente inteligente e frágil. Mais uns quantos secundários, claro, como Chris, Isaac, o pai de Stiles e a mãe de Scott (duas personagens muito interessantes, diga-se de passagem) e o Treinador (sim, é esse o nome), uma grande âncora cómica da série.

Allison (Reed), Scott (Posey) e Stiles (O’Brien)

Após ver uns episódios da série (consegui chegar até ao final da temporada dois), percebi logo por que razão as pessoas continuam a voltar a ligar a MTV para vê-la, episódio após episódio: Dylan O’Brien. A sua personagem, Stiles, é de longe a mais fascinante da série e o jovem actor tem um futuro brilhante à sua frente. Crystal Reed faz também um trabalho excelente, tal como a maior parte dos adultos, e Holland Roden safa-se muito bem, conseguindo momentos verdadeiramente fantásticos (contrapostos com outros não tão bons). O problema é que apenas 50% dos actores principais são bons — e que o protagonista, Tyler Posey, é mau demais para ser verdade (ter um rosto fofinho não basta).

Os arcos confundem-se, a mitologia parece ser inventada à medida que o tempo passa e em cima do joelho, de repente são criadas linhas de história absurdas. Algumas personagens são completamente dispensáveis e várias explicações ficam por dar, além de a maior parte dos twists ser completamente previsível (houve um que não foi mas que ninguém queria *SPOILER: a morte de Allison, quando a maioria pensava que ela ia simplesmente deixar a cidade*). O romance e a comédia são muito bem escritos, atente-se, mas em termos de coesão dos enredos, Teen Wolf peca sem perdão. Uma qualidade que se pode apontar a esta série é o facto de (pelo menos até à terceira temporada) não haver um triângulo amoroso: Scott e Allison amam-se e esse romance prossegue com algumas perturbações mas sem a influência directa de terceiros (a não ser os pais dela, claro); outro ponto a favor é a desmistificação do primeiro amor e mesmo da sexualidade, assuntos em que a série pega com pinças e muita sensibilidade.

A Fotografia não é má, tenta dar uma atmosfera interessante à série; a Edição, por seu lado, é muito, muito boa, conseguindo conferir tensão e emoção palpáveis à série e traduzindo-se em algumas sequências brilhantes. Contudo, a realização de grande parte dos episódios é preguiçosa e muitas histórias são inventadas porque sim. Ainda assim, conseguiram tornar o par Allison-Scott likeable para toda a gente (duvido que haja uma única pessoa que não goste deles: a escrita do romance é excelente, os dois actores têm química fantástica e Crystal Reed faz um trabalho excepcional) e as loucuras de Stiles (rouba toda e qualquer cena) continuam a cativar os fãs.

É provável que, com a sua carreira cinematográfica em ascensão, O’Brien acabe por deixar a série; e aí, podem ter a certeza, rumo semelhante terão os seus fãs, pois como é declaração recorrente na Internet, neste momento a série vive sumariamente pela presença deste jovem e excelente actor. É, pois, sem grande remorso que nomeio Teen Wolf como uma das piores séries que já vi — tal como o fazem muitos fãs, que no entanto não parecem conseguir largá-la.

 

Coincidência engraçada: Tyler Posey é o protagonista, porém, costuma ficar aborrecido em todas as conferências de imprensa, pois Dylan O’Brien é de longe o actor mais requisitado pelos fãs, algo que em circunstâncias normais seria impensável.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Cinema e Televisão. ligação permanente.

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s